(In)sono dos justos!

segunda-feira, 22 de março de 2010
A noite estava estranha, daquelas onde o calor é um gélido calafrio castigado, onde o tempo parecia não ter hora e, a hora era mera criação de uma mente cogitabunda, que se desfazia no fino caminho de uma ampulheta.
Deitado sobre a cama , fritava aquele ser indecifrável, que mais parecia não pertencer à realidade que lhe foi imputada, que segundo ele, por algum Deus cruel e sem coração, de uma mitologia antiga.
Olhava o relógio derreter, os minutos e os segundo se dissolviam juntos com os ponteiros, o menor e o maior ambos derretidos e perdidos de um tempo desconexo. Sentia-se enjoado, imerecedor de dormir naquela cama, de vestir aquelas vestes. Acendeu a luz na esperança de encontra-la, mas a única coisa que viu foi um ofuscar nos olhos, correu ao banheiro como se sua vida depende-se disso, lavou o rosto na agua fria e olhou em direção ao espelho e, o que viu foi reflexo de um ser vil, e sentiu asco por reconhece-lo, era ele mesmo quem enxergára refletido, olhou os olhos e o sorriso amarelo do dia passado, os mesmo que usará para representar sua falsa moralidade. Sentiu vergonha de não se envergonhar nem um pouco, nem sequer uma fingida vergonha. Ficou enojado, uma pressão comprimia seu peito, um pressionar de garganta e um cheiro fétido e podre lhe subia pelas narinas, o suco gástrico as queimava, e lhe expurgava todo o jantar e sobremesa junto com um pouco da sua alma.
Depois de colocar suas emoções para fora, aquele Ser refletido retorna ao quarto, olha para os moveis desgastados, a televisão em preto e branco, a persiana desalinhada e o ventilador velho e empoeirado. Olha como se esperasse compaixão, como se pedisse socorro ou uma palavra amiga depois do sono dos injustos. Mas a única que o responde é a companheira deitada em sua cama, desejando-lhe um bom dia, já que os raios do sol já atravessam a janela. E a única coisa que lhe resta é responde-la, Bom dia, Insónia.



Guilherme Diogo Rodrigues.

7 comentários:

Rafaela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafaela disse...

Primeiro texto dele, e muito bem escritoo por sinal *-*
\o/

Parabéénsss!
Daqui a pouco será um livro... e eu vou querer, com certeza *-*
Se for como suas poesias e comp esse seu texto, todos vão querer...

Ericka disse...

Olokooo

eu esperava que quando você escrevesse um texto fosse ficar bom, mas esse superou heim!

e ainda vem me dizer que não sabe se tem o dom, toma vergonha menino!! rsrs

Texto incrível Gui...
você está no caminho certo para se tornar um grande escritor!

Beijos beijos

ps: fazia tempo que não comentava aqui heim!

*-*

Ericka disse...

Esqueciii

adorei o título!!

=)

Fláh. disse...

Maravilhoso, estupendo, excelente, formidável, inaudito, magnífico, portentoso, sublime e surpreendente.

Showww Guiii

Fran disse...

Esta maravilhosooo...

esta se tornando um escritor fabuloso...

adorei...ta mtooo incrivel!!

gaohui disse...

If you're a plus size woman you've probably Moncler noticed that the majority of coats in stores today are moncler veste designed with women that are supposed to be moncler doudoune shaped like a toothpick. It can be difficult to moncler hommes find a coat that not only looks good but also doesn't break the moncler femmes bank. Coats typically cost a lot of money so it's in your doudoune moncler femmes best interest to shop wisely.A lot of women doudoun moncler hommes make the mistake of only thinking about their dress doudoune moncler femmes or skirt when putting together an doudoune moncler hommes outfit. However, it's important to keep in mind that the majoriy of moncler-gilet people are going to see you with a coat on.

Postar um comentário

Obrigado por ser um Pensador Livre!!!!!!